28.4.04

Não havia necessidade...

Na última* entrevista dada por Raquel Cruz, esta referiu que era da filha mais nova que Carlos Cruz sentia mais saudades! E que sentia uma mágoa enorme por não poder ver o filhota crescer.
Haveria necessidade?
Não me parece, pois todas sabemos que a filha mais velha de Carlos Cruz já fez 14 anos há muito, e que assim está longe de estar nas preferências do ex-apresentador...

Portem-se mal, mas com classe!

* dada a frequência com que a Raquel dá entrevistas, não posso garantir, de facto, que esta tenha ido a última!

25.4.04

25 de Abril

Faz-se isto? Nunca mais...!
Faz-se isto? Nunca mais...!
Faz-se isto? Nunca mais...!
Faz-se isto? Nunca mais...!
... ... ...
Viva a Liberdade! Viva a Liberdade!

Portem-se mal, mas com classe!

22.4.04

Cenas da vida real!

No domingo devia ter previsto que aquela converseta não iria acabar bem...

Knock, Knock, Knock...

Rata: Quem é?
Espirro: Sou eu...
Rata: Eu quem? O Enrique ‘pequenote’ Iglesias?
Espirro: Não... o espirro!
Rata: O espirro? E vens sozinho?
Espirro: Não! Tás parva? Não vês televisão?
Rata: Tou! Não! Porquê?
Espirro: (Foda-se lá a gaja!) Trago o Pingo e o Arrepio de Frio!
Rata: E o Enrique não?
Espirro: Abre lá a porta que já tou a perder a paciência!
Rata: Ok... pode entrar...
... ... ...


Será que me esqueci da ‘TermoTeb’ e o meu pai também?

Portem-se mal, mas com classe!

20.4.04

Outra vez?!

Tenho dúvidas sobre as vantagens sociais em termos Polícia Judiciária!
Então não chegava já andarem para aí a fazerem crer as pessoas que em Portugal existem pedófilos, agora querem convencer-nos que há tráfico de influências e promiscuidade com o poder político no futebol?
Mas onde é que isto vai parar?



P.S.- Só mesmo uma situação destas para me desviar a atenção de algo realmente importante e preocupante como o Enrique...


Portem-se mal, mas com classe!

19.4.04

Enigma

Será que Enrique Iglesias tem mesmo um pilau minúsculo?
Hummmm...


Portem-se mal, mas com classe!

15.4.04

Quaresma, doce Quaresma

Todas sabemos como a Quaresma é um tempo de paz.
Um tempo de reconciliação.
Um tempo de perdão.
Um tempo quente e abafado.
É uma boa altura do ano para se conseguir ter uma boa intervenção pública que se recordará para todo o ano, ou então na pior das hipóteses, para se voltar a comer um amigo de infância ou um ex-namorado.
Foi sob este prisma, dodecaedronal em honra aos meus ex’s, que me lembrei de mencionar aqui a mais bela intervenção a que assisti nos últimos 40 dias...

José Luís Arnault apresentou o ‘seu’ portal do cidadão, num jantar da APDC realizado nos inícios de Abril, e decidiu incluir uma passagem de um filme promocional na apresentação. No guião estavam situações que mostravam o acesso a este portal por uma variedade de grupos sociais e demográficos. No final, uma senhora perguntou porque não estava incluído, no filme, um exemplo com um deficiente.

Agora concentrem-se!

Resposta do Ministro: “Não pusemos os deficientes, como não pusemos os defuntos.”

Isto, minhas amigas é o espírito quaresmal no seu esplendor!


Portem-se mal, mas com classe!

11.4.04

Aleluia, Aleluia!

Sabem o que disse a jovem francesa Marie Claire para o amante Louie, quando estava preste a obter um orgasmo?

Allez! Allez! Allez... allez Louie!

Portem-se mal, mas com classe!

4.4.04

Lucy10...

A polémica está instalada na esquerda política portuguesa.
Não bastou já termos perdido a oportunidade de ler o fabuloso romance ‘Ensaio sobre a Lucy10’, que versava sobre uma relação homossexual do escritor com o travesti Lucy nas ruas de Havana, agora teremos que assistir a uma luta feroz pela medalha de prata na esquerda portuguesa.
Com a entrada de Saramalho para as listas da CDU às Europeias, e a contabilização dos votos em branco para a CDU, o Bloco de esquerda procura a todo custo fazer com que Ana Drago publique a sua mais recente obra ‘Ensaio sobre a nulidade do Governo’ onde esta incita ao voto nulo, de preferência recorrendo ao uso de graffitis!
Com os votos nulos a contabilizar pontos para o BE, a luta já seria equilibrada.
E com tudo isto fica a Lucy esquecida...

Portem-se mal, mas com classe!