19.5.05

A Febre dos Bilhetes

.

Vende-se

Caixa de Bombons, em óptimo estado, com brinde de 2 bilhetes (contíguos) para a zona 1 (superior) do Quadro Provisório de Candidatura de Professores.
À melhor oferta, sob preço mínimo de 1000€. Não se oferecem os brindes da caixa em separado por motivos sentimentais.


Contactar: compta_05@bronca.ps


Portem-se mal, mas com classe!

13.5.05

Referendo

Como dizia ainda agora - Eu quero um referendo ao aborto, meus senhores.
Nem que seja a 15 de Agosto, mas façam-me lá isso…

Não percebo como é que tantas cabeças pensam em tudo o que possa atrapalhar a afluência às urnas, e ninguém se apercebe que o problema é monetário.
Ninguém troca um voto pela praia ou pelo conforto da casa porque chove, mas porque não vêem no voto uma mais valia.
Ainda há uns dias, perto do Campo Grande, ao tentar estacionar o carro (num local proibido!) um daqueles rapazes simpácticos, embora esqueléticos, com aspecto de quem fuma tabaco estragado como quem respira, pediu-me ‘apenas’ 5€, porque era a hora a que costumava encomendar o jantar, e faltavam-lhe só 5€ para o jantar!
Estupefacta, ainda perguntei se o ‘Bica no Sapato’ agora servia refeições para fora, mas não obtive resposta.
A uma moeda de 2€(!!!) ele respondeu com uma daquelas caras tipo – ‘Ó minha grande puta, queres que jante uma sandes de couratos?’

Bom, voltando ao essencial, se os senhores do Governo se lembrassem de dar 5€ por cada voto, podiam esquecer-se todos os problemas de abstenção, vai uma aposta? Vale 5€


Portem-se mal, mas com classe!

12.5.05

Indignada!

O raio dos computadores são uma dor de cabeça. O meu, sem mais nem menos pifou. Espero que só tenha ido de férias, e que volte no próximo fim-de-semana, como combinado.
Detesto cyber-cafés e tudo o que se lhes assemelhe.
Daqui a uns dias vou contar-vos a aventura que é andar de comboio no nosso País!
Se o computador voltar de férias, claro!

Portem-se mal, mas com classe!


P.S. – Eu quero um referendo ao aborto, meus senhores. Nem que seja a 15 de Agosto, mas façam-me lá isso…